A Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) ainda gera muitas dúvidas entre empresários, mas não chega a ser um bicho de sete cabeças. O sistema nada mais é do que a substituição do papel pelo meio digital. Assim como antes, a NF-e serve para registrar, para fins fiscais, a comercialização de produtos e serviços. Apesar da resistência do setor no início devido aos investimentos demandados, essa modernidade acabou por trazer muitos benefícios. Abaixo vamos explicar melhor o que significa a NF-e e quais as vantagens em adotá-la. Confira!

 

O que é?

O sistema foi criado para substituir a nota fiscal em papel, integrando todas as partes envolvidas, ou seja, órgão de fiscalização (Secretaria da Fazenda), a empresa em si e escritórios de contabilidade. Isso é feito por meio de um programa gerador de notas fiscais que permite a comunicação entre os envolvidos via internet. Atenção que o sistema só substitui as notas da série 1 e 1A - transporte ou revenda. Não substitui as notas fiscais de série D - consumidor final (as notas de balcão), nem os Cupons Fiscais. Esses últimos também estão ganhando versões eletrônicas, mas não trataremos aqui.

É importante notar que a NF-e refere-se às atividades de comércio e indústria e é regulada pelo estado. A Nota Fiscal Eletrônica que regula serviços depende de regulamentação de cada município. Outra observação importante é que as empresas emitentes de NF-e precisam adquirir uma assinatura digital e, para isso, comprar um certificado junto a uma Autoridade Certificadora (AC), como a Receita Federal, a Caixa Econômica, Serasa e algumas entidades privadas autorizadas.

 

A adesão é obrigatória?

A NF-e é obrigatória para empresas com atividades de indústria, de comércio atacadista ou distribuidoras, para empresas que comercializam com órgãos públicos e para as que enviam mercadorias para fora do estado. A obrigatoriedade se dá pela atividade econômica e não pelo tamanho da empresa. Portanto, pequenas e médias também devem aderir. Já as empresas que não são obrigadas podem aderir voluntariamente. A tendência é que seja obrigatório para todos os setores em pouco tempo.

 

Gestão mais eficaz

Em um primeiro momento acreditou-se que a NF-e só traria benefícios para o governo, que teria mais controle sobre a arrecadação de impostos. Mas não, o sistema pode trazer melhorias na gestão, pois facilita o armazenamento e recuperação de informações. Além disso, a NF-e pode ser integrada a ferramentas de gestão de vendas, controle de estoques, dando uma visão geral mais precisa sobre os resultados financeiros da empresa.

 

Redução de custos e credibilidade

A implementação do software, a compra do certificado digital e o tempo para aprender a manipular com certeza vão custar dinheiro. Só que é um gasto único. Imagine tudo que vai ser economizado em papel, impressão e armazenamento? Além disso, empresas que usam a NF-e passam uma imagem de modernidade e mais credibilidade junto aos clientes.

 

A sua empresa já aderiu a Nota Fiscal Eletrônica? Como tem sido? Compartilhe a sua experiência com a gente através dos comentários abaixo! E não deixe de acompanhar o nosso blog!

Lojista, acesse o nosso Catálogo Virtual para conhecer todos os lançamentos de Enxoval e Moda Bebê e realizar o seu pedido!

 

Entre em contato conosco se não tiver os dados de acesso ao catálogo.

 

Para as mamães, entrem em contato conosco pelo site que indicaremos as lojas onde encontrar nossos produtos em sua cidade!! http://bit.ly/1ro9cyx

A internet revolucionou a forma como o mundo faz negócios. Desde a redução de custos, passando pela conquista de novos clientes até o fortalecimento da marca, as maneiras como as empresas utilizam a web são inúmeras e as vantagens são inegáveis. Não dá para ficar de fora dessa. A sua loja, por exemplo, já está conectada? Confira abaixo alguns argumentos que mostram o quanto a internet é benéfica para a sua empresa.

 

 

Conquistar mais clientes

Qual loja não quer vender mais? Se você também está à procura de mais consumidores ou até mesmo de novos parceiros comerciais, a sua empresa precisa estar onde todos estão. As medições de audiência dão conta de que os usuários ativos de internet no Brasil ultrapassam 60 milhões. A tendência é só aumentar com a entrada das classes C e D. Se todos estão conectados, a sua loja deve estar.

 

Trazer praticidade para o consumidor

Com a internet, o cliente ganha em praticidade. É possível ver os produtos através de catálogos virtuais, fazer a sua escolha e realizar o pedido pelo próprio sistema online. Isso gera facilidade para o cliente, que pode comprar de onde ele estiver, e também faz com que a sua loja atinja regiões mais diversas e, claro, saia na frente da concorrência.

 

Passar credibilidade

Hoje em dia, quando os consumidores não conseguem encontrar uma empresa online ficam com um pé atrás. Já começa a bater uma desconfiança. Será que essa empresa realmente existe? Posso confiar nela? Ela está tentando me enganar? As pessoas estão mais céticas do que nunca. Mesmo quando os consumidores não compram na internet, é comum pesquisarem na rede antes de tomarem a decisão de ir à loja física. Ter um bom site significa muito para passar credibilidade aos seus clientes.

 

Construir a sua marca

A web é ótima maneira de construir a sua marca com uma visibilidade jamais imaginada antes. O site pode ser a sua vitrine, mas com possibilidades muito maiores. Você vai poder dar cara ao seu logotipo, a sua filosofia, mostrar projetos paralelos da loja. Ou seja, criar uma identidade visual e passar informação de uma forma bem eficaz. Websites são flexíveis e podem crescer na mesma proporção que a sua loja evolui. Dá para começar com um simples e ir desenvolvendo para um mais complexo.

 

Abrir 24h

Você já tinha imaginado sua loja aberta 24h por dia? Muito complicado? Nem tanto. A internet permite isso. Mesmo fora do horário comercial, os seus clientes vão poder mandar mensagem, olhar os produtos e se informar (reduzindo o esforço de venda) ou até mesmo comprar se você resolver investir em uma seção de compras online. Isso é comodidade para os seus clientes.

 

Redução de custos

O comércio eletrônico trouxe uma série de vantagens ao possibilitar uma operação mais enxuta. Colocar um site de vendas é ampliar a sua empresa sem precisar alugar um imóvel ou contratar muitos funcionários. Entretanto, os gastos não vão se resumir apenas a ferramentas de tecnologia, criação de conteúdo. É preciso investir em conhecimento de gestão para administrar bem a sua loja virtual. Não se esqueça!

 

Ampliação geográfica

Imagine um ponto comercial com uma vitrine disponível no Brasil inteiro? A internet proporciona isso. Os seus clientes não serão mais apenas aqueles que passam ali na frente da loja, eles estarão em todo o Brasil. Vale lembrar que os sistemas de entrega podem ser feitos por meio de parcerias com empresas de logística. É possível entregar sim do outro lado do país.

 

Está convencido de que a internet é uma ótima ferramenta para a sua loja? Conte-nos a sua experiência com a web aqui nos comentários.

 

 

Lojista, acesse o nosso Catálogo Virtual para conhecer todos os lançamentos e realizar o seu pedido!

 

Entre em contato conosco se não tiver os dados de acesso ao catálogo.

O que não pode faltar da administração da sua empresa? Confira aqui práticas de como melhorar a gestão do seu negócio que devem ser adotadas tanto pelo pequeno empreendedor até pelas maiores cadeias multinacionais.

 

Planejamento Estratégico

É impossível falar de gestão de uma empresa sem falar em planejamento. É muito importante definir qual é a visão, missão e negócio da sua, bem como desenvolver uma estratégia para atingir esses pontos. Para isso existem desde métodos mais simples, como a elaboração de um plano de ação, até métodos mais complexos, como uma análise SWOT (Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças).

 

Controle de Estoque

Um erro que é muito frequente em empresas de qualquer tamanho é a má gestão do estoque. Nem sempre ter tudo e em excesso é a melhor jogada, pois deve-se lembrar sempre que estoque é dinheiro parado. A ideia principal é ter aquilo que tem mais movimentação, sempre mantendo um estoque de segurança e fazendo uma reposição assim que se atinja esse limite. Também é importante levar em conta o tempo de entrega do fornecedor para calcular esse ponto.

 

Fluxo de Caixa

Uma ferramenta importantíssima para qualquer gestor, e que muitas vezes é deixada de lado, é o fluxo de caixa. Como o próprio nome já indica, ele é o movimento de entrada e saída do dinheiro na empresa, e a sua boa gestão significa atrasar ao máximo possível os gastos enquanto tenta-se antecipar os recebimentos. É muito importante controlá-lo de maneira efetiva a fim de sempre ter um registro para onde vai e de onde veio o dinheiro da empresa para que se possa controlar e evitar possíveis vazamentos.

 

Comunicação Interna

Outro erro comum em empresas de todos os portes é a falta de comunicação. Ela pode fazer com que o problema mais simples se torne muito maior. Incentivar a comunicação é essencial para que exista sempre um fluxo de informação, pois é através dela que o cenário atual da empresa pode ser compreendido e novas ações podem ser tomadas, sejam elas em busca de algum erro detectado por alguém ou alguma oportunidade que estava passando despercebida.

 

Comunicação Externa

Assim como é importante manter o fluxo de informação na empresa, é preciso fazer com que o seu negócio seja conhecido. Identificar quem é o seu público alvo e estudar quais são os meios para atingí-lo é uma peça chave para o sucesso da organização. É vital também abrir um canal de comunicação pelo qual o cliente também possa se manifestar e dar opinião a respeito do produto ou da empresa. Dessa forma é possível moldar a inteiração com o consumidor de maneira eficaz.

 

Recursos Humanos

Não importa qual seja o seu negócio, uma coisa é certa: ela possui funcionários. E lidar com pessoas é sempre um tema muito sensível, pois cada uma delas é diferente da outra e saber como é o perfil de cada colaborador é importante para garantir o melhor aproveitamento possível desse recurso importantíssimo da empresa. É necessário também criar e manter controles para organizar e gerir os funcionários, para sempre mantê-los motivados e para que eles saibam qual o seu papel dentro da empresa.

 

E o que você achou das dicas? Existe alguma que se aplica no departamento administrativo e que não foi citada? Deixe nos comentários a sua experiência!

© Copyright 2019 | Arte Minas Bordados - Todos os direitos reservados      CNPJ: 71.174.213/0001-88